Transladação dos restos mortais de Dom Pedro IV

00:13:47

Lisboa, cerimónia da transladação dos restos mortais de Dom Pedro IV, rei de Portugal e Imperador do Brasil, do Panteão da Dinastia de Bragança até ao navio "Funchal", para seguir viagem até ao Funchal e posteriormente para o Rio de Janeiro, no âmbito das comemorações do 150º aniversário da independência do Brasil.

  • Nome do Programa: NOTICIÁRIO NACIONAL DE ABRIL
  • Nome da série: NOTICIÁRIO NACIONAL DE 1972
  • Locais: Lisboa
  • Personalidades: Dom Pedro IV, Marcelo Caetano
  • Temas: História, Sociedade
  • Canal: RTP 1
  • Tipo de conteúdo: Notícia
  • Cor: Preto e Branco
  • Som: Mono
  • Relação do aspeto: 4:3

Resumo Analítico

Fachada e interior da Igreja de São Vicente de Fora com destaque para o altar; interior do Panteão da Dinastia de Bragança; pedra alusiva a Dom Pedro IV, imperador do Brasil; caixão selado; fachada da Igreja; militares nas imediações da igreja; chegada em automóvel de Marcelo Caetano, presidente do Conselho; caixão coberto com pano de veludo rodeado por coroas de flores no interior da igreja; interior do Panteão da Dinastia de Bragança; Padre Correia da Cunha, ladeado pelos acólitos Vítor Soares e João Paulo Dias, dá início ao cortejo fúnebre em que caixão é transportado em ombros por militares desde a igreja até ao armão do Governo Militar de Lisboa, sendo seguido por Marcelo Caetano, Luís da Gama e Silva, embaixador do Brasil em Portugal, Dona Teresa Maria de Orleães e Bragança, em representação da família real brasileira, e membros do governo. Honras militares prestadas por Batalhão de Caçadores Nº 5, sendo possível ouvir os hinos nacionais de Portugal e Brasil; cortejo de automóvel acompanhado por agentes da GNR a cavalo até ao Cais de Santa Apolónia; membros da Armada marcham ao lado do armão alternado com honras militares; Luís Gama e Silva, Dona Teresa Maria e Marcelo Caetano assistem na tribuna; Vítor Soares, Padre Correia da Cunha e Paulo Dias seguem o cortejo; chegada do armão junto à rampa de acesso ao navio "Funchal". Membros da Armada e fuzileiros (portugueses e brasileiros) retiram e transportam a urna desde o armão até ao navio "Funchal", seguidos pelos acólitos e pelo Padre Correia da Cunha; navios estacionados no rio Tejo; civis assistem à cerimónia; Luís Gama e Silva, Dona Teresa Maria e Marcelo Caetano sobem a bordo e abandonam o paquete "Funchal" alternado com bandeiras nacionais de Portugal e Brasil; Marcelo Caetano despede-se de Dona Teresa Maria; Luís Gama e Silva despede-se dos membros do governo e entra em automóvel; Marcelo Caetano entra no carro e abandona o cais. Caixão coberto por pano de veludo em câmara ardente no salão nobre do paquete.

Termos e condições de utilização

Os conteúdos disponíveis estão protegidos por direitos de propriedade industrial e direitos de autor. É expressamente proibida a sua exploração, reprodução, distribuição, transformação, exibição pública, comunicação pública e quaisquer outras formas de exploração sem a autorização prévia da RTP. O acesso aos conteúdos tem como único propósito o visionamento privado e educacional sem fins comerciais. Para mais informações, entre em contato com o arquivo da RTP através do seguinte endereço de correio eletrónico: arquivo@rtp.pt .