Recenseamento Eleitoral

00:46:58

Programa do Movimento das Forças Armadas, com apresentação do Aspirante José Nuno Martins, sobre a importância do recenseamento eleitoral para as próximas eleições para a Assembleia Constituinte, e para o processo democrático português.

  • Nome do Programa: Recenseamento Eleitoral
  • Nome da série: Programa do M.F.A.
  • Locais: Portugal
  • Personalidades: José Nuno Martins, Arlindo Vicente, André Serpa Soares, José Carlos Vasconcelos, Fernando Matos Silva, Adelino Gomes
  • Temas: Política
  • Canal: RTP 1
  • Tipo de conteúdo: Programa
  • Cor: Preto e Branco
  • Som: Mono
  • Relação do aspeto: 4:3

Resumo Analítico

Aspirante Nuno Martins, da 5ª Divisão do Estado-Maior-General das Forças Armadas, apresenta o programa, a importância do recenseamento eleitoral para as eleições da Assembleia Constituinte a realizar em Março de 1975 como garante efectivo da democracia. 05m30: Fachada, exterior e interior do Palácio de São Bento em Lisboa com destaque para pinturas representativas de políticos e a sala das sessões/hemiciclo vazio da Assembleia Nacional; imagens de arquivo de deputados apoiantes do regime do Estado Novo aplaudem de pé na Assembleia Nacional. 09m11: Depoimento de Arlindo Vicente, candidato à presidência da República em 1958, sobre a repressão e o boicote feito pela Polícia Internacional e de Defesa do Estado (PIDE) e pelos políticos do Estado Novo nestas eleições. 13m02: Depoimento do Coronel Serpa Soares, dos Serviços de Candidatura do General Humberto Delgado para as eleições da presidência da República em 1958, sobre os sentimentos extraordinários de haver eleições livres e de Portugal ser dos portugueses, a repressão do Estado Novo e a responsabilidade do acto eleitoral. 18m27: Documentos são carimbados com o carimbo da censura e riscados com o lápis azul e documentos censurados. 19m46: Depoimento do jornalista José Carlos Vasconcelos sobre a censura como sustentáculo do regime fascista, a actuação da censura em todas as formas de expressão do pensamento e o voto como arma do povo. 23m44: Realizador Fernando Matos Silva apresenta os pareceres da Comissão de Censura sobre o seu filme "O Mal Amado", realizado em 1973 e apresentado à censura em Fevereiro de 1974, falando sobre o papel repressivo da censura. 26m00: Depoimento do jornalista Adelino Gomes sobre os dois tipos de censura na rádio, a interna (das próprias estações) e a externa (feita por delegados do Governo junto das estações emissoras), os programas censurados pelo poder, a sua proibição de trabalhar na rádio e a emigração para a Alemanha; imagens de arquivo de Marcelo Caetano, presidente do Conselho, a votar nas eleições legislativas; ceifa, operários saem de fábrica, mulheres e crianças a pastorear, crianças e idoso recolhem moliço, exteriores e interior de casas rurais empobrecidas. 32m03: Exterior e interior do Hospital Curry Cabral em Lisboa; idosa desce escadas; maqueiros entram no elevador; enfermaria; sanitários; homem lavra a terra com parelha de bois. Vinha no Douro. Ceifa. Pescadores a apanhar enguias. Quiosque de rua. Fotonovela a ser folheada. África: mulher a apanhar roupa estendida no chão, mulheres a caminhar com trouxas à cabeça, população aglomerada, distribuição de alimentos, homens a receber o ordenado, coluna militar e soldados no mato. 37m16: Aspirante Nuno Martins esclarece o que é o recenseamento e como se processa. Posto de Recenseamento: filas e pessoas a serem atendidas. Depoimento de membro da Comissão de Recenseamento Eleitoral sobre a importância do recenseamento como dever cívico; declarações dos colaboradores do recenseamento falam sobre os esclarecimentos que é necessário prestar à população, a auscultação da opinião pública, a afluência de pessoas e a importância das eleições. 44m12: Depoimentos de eleitores sobre as suas motivações para se recensearem.

Termos e condições de utilização

Os conteúdos disponíveis estão protegidos por direitos de propriedade industrial e direitos de autor. É expressamente proibida a sua exploração, reprodução, distribuição, transformação, exibição pública, comunicação pública e quaisquer outras formas de exploração sem a autorização prévia da RTP. O acesso aos conteúdos tem como único propósito o visionamento privado e educacional sem fins comerciais. Para mais informações, entre em contato com o arquivo da RTP através do seguinte endereço de correio eletrónico: arquivo@rtp.pt .