Presidenciais 76 – Parte 12

01:18:11

Décima segunda parte da emissão especial dedicada às eleições presidenciais de 1976 conduzida pelos jornalistas Adriano Cerqueira, Maria Elisa Domingues, Fernando Balsinha e Fernando Midões, a partir dos estúdios do Lumiar e da Fundação Calouste Gulbenkian respetivamente, em Lisboa e conferência de imprensa do Major Otelo Saraiva de Carvalho, candidato à presidência da República.

  • Nome do Programa: PRESIDENCIAIS 1976
  • Nome da série: PRESIDENCIAIS 1976
  • Locais: Lisboa
  • Personalidades: Adriano Cerqueira, Maria Elisa Domingues, Fernando Balsinha, Otelo Saraiva de Carvalho, Seruca Salgado, José Viegas, Fernando Midões, Mário Soares
  • Temas: Política
  • Canal: RTP 1
  • Tipo de conteúdo: Programa
  • Cor: Preto e Branco
  • Som: Mono
  • Relação do aspeto: 4:3

Resumo Analítico

Vivo de Adriano Cerqueira; Maria Elisa Domingues apresenta os quadros de resultados em Aveiro, Beja, Braga e Bragança. Adriano Cerqueira apresenta os resultados eleitorais até ao momento; quadro dos resultados nacionais em que Ramalho Eanes obtém 60,75%, Otelo Saraiva de Carvalho 17,95%, Pinheiro de Azevedo 12,98% e Octávio Pato 8,32% (com 2017 freguesias apuradas); Adriano Cerqueira lê comunicado do Estado-maior do Exército. Maria Elisa Domingues apresenta os quadros de resultados em Castelo Branco, Coimbra, Évora e Faro; vivo de Adriano Cerqueira. Fernando Balsinha modera debate entre Seruca Salgado e José Viegas, analistas políticos, sobre os resultados eleitorais registados até ao momento que indicam a vitória do General António Ramalho Eanes à primeira volta, o score eleitoral de Pinheiro de Azevedo, o nível de abstenções, votos brancos e nulos e a tendência para a abstenção. Adriano Cerqueira divulga resultados eleitorais dos candidatos; Maria Elisa Domingues apresenta os quadros de resultados nos distritos da Guarda, Leiria, Lisboa, Portalegre, Porto, Santarém, Setúbal e Viana do Castelo. Adriano Cerqueira conversa em direto com Fernando Midões, via telefone a partir da Fundação Calouste Gulbenkian; Maria Elisa Domingues apresenta os quadros de resultados nos distritos de Vila Real, Viseu, Funchal e Angra do Heroísmo e quadro de barras representativas dos candidatos; vivo de Adriano Cerqueira. Quadro dos resultados nacionais em que Ramalho Eanes obtém 60,81%, Otelo Saraiva de Carvalho 17,60%, Pinheiro de Azevedo 13,61% e Octávio Pato 7,99% (com 2501 freguesias apuradas); quadro de barras representativas dos candidatos; direto dos preparativos para o início da conferência de imprensa do Major Otelo Saraiva de Carvalho, a partir da Fundação Calouste Gulbenkian, acompanhados em off pelo jornalista Raúl Durão. Direto da conferência de imprensa do Major Otelo Saraiva de Carvalho onde destaca as massas populares que o acarinharam e demonstraram apoiar os princípios programáticos que apresentou ao país, refere o repúdio que estas eleições mostraram para com o 25 de Novembro de 1975, salienta a esperança que deposita no 25 de Abril sendo possível a sua realização mediante a unidade do povo trabalhador e a permanente mobilização para a luta, refere a criação de grupos dinamizadores de unidade popular que apoiam um projecto político que visa a construção do socialismo de base e a formação das grandes massas populares que serão os corpos dirigentes do país. Direto de Fernando Midões, a partir da Fundação Calouste Gulbenkian, e entrevista Mário Soares, secretário-geral do PS, que congratula o facto do ato eleitoral ter sido realizado com civismo e a maior ordem dando-se assim passos na consolidação da democracia e comenta os resultados eleitorais destacando a vitória de Ramalho Eanes, refere a estagnação da abstenção e a derrota do PCP, afirma que o eleitorado socialista votou em Ramalho Eanes e não nos candidatos de esquerda, comenta os resultado de Otelo Saraiva de Carvalho que se devem à sua campanha populista e demagógica, carisma e simpatia pessoal e afirma que este não pode continuar com o clima de agitação, refere que a vitória de Ramalho Eanes simboliza a vitória da esquerda moderada e de um homem que cumprirá com a Constituição, as liberdades, a democracia de um Estado que se respeite a si próprio e que readquira efectiva dignidade e autoridade legal para poder fazer face às grandes tarefas que se apresentam ao povo português. Mário Soares salienta que com a realização das eleições autárquicas locais, o sistema constitucional português fica completado por uma democracia representativa e poder-se-à trabalhar em paz, ordem e tranquilidade, considera a candidatura do Almirante Pinheiro de Azevedo algo de ambígua e a vitória de Ramalho Eanes como um sulco de esperança para o povo português. Quadro dos resultados do distrito de Faro em que Ramalho Eanes obtém 52,88%, Otelo Saraiva de Carvalho 24,76%, Pinheiro de Azevedo 14,69% e Octávio Pato 7,67% (com 71 freguesias apuradas).

Termos e condições de utilização

Os conteúdos disponíveis estão protegidos por direitos de propriedade industrial e direitos de autor. É expressamente proibida a sua exploração, reprodução, distribuição, transformação, exibição pública, comunicação pública e quaisquer outras formas de exploração sem a autorização prévia da RTP. O acesso aos conteúdos tem como único propósito o visionamento privado e educacional sem fins comerciais. Para mais informações, entre em contato com o arquivo da RTP através do seguinte endereço de correio eletrónico: arquivo@rtp.pt .