Soares dos Reis

00:47:00

Documentário sobre a vida e obra do escultor portuense António Soares dos Reis. Destaque para as suas obras mais conhecidas, como a escultura em mármore do Desterrado ou a estátua de D. Afonso Henriques em Guimarães.

  • Nome do Programa: Soares do Reis
  • Nome da série: Artes e Letras
  • Locais: Porto, Vila Nova de Gaia, Paris, Guimarães
  • Personalidades: António Soares dos Reis
  • Temas: Artes e Cultura
  • Canal: RTP 1
  • Menções de responsabilidade: Produtor: Félix Machado Realizador: Jorge Pinho
  • Tipo de conteúdo: Programa
  • Cor: Cor
  • Som: Mono
  • Relação do aspeto: 4:3 PAL

Resumo Analítico

Escultura de Soares dos Reis, O Desterrado; plano próximo de mãos a trabalhar numa escultura; exterior da casa onde nasceu António Soares dos Reis, intercalando com fotografia do abade Santana e com imagens da zona rural de Vila Nova de Gaia; fotografia a óleo de Manuel Caniço (pai de Soares dos Reis). 04m00: Exterior e interior da Academia Portuense de Belas Artes, intercalado, com imagens de desenho, arquitetura e pinturas de Soares dos Reis; painel de azulejos alusivos a Santo António; apresentação do trabalho de fim de curso com o nome " Hércules esmagando Anteu" ; busto Firmino e do trabalho de baixo-relevo intitulado " Mercúrio adormecendo Árvores", com que se candidata a pensionista no estrangeiro. 07m24: Fotografia de Soares dos Reis; Paris, Arco de Triunfo, Marselhesa de Rohde; ingresso de Soares dos Reis na Escola Imperial de Belas Artes de Paris, intercalando com várias esculturas do mesmo. 11m21: Regresso do escultor ao Porto (devido à guerra franco-prussiana), imagem de esboço (desenho de uma porta de St. Esprit em Bayonne leva Soares dos Reis à prisão); escultura do carro de Apolo em estuque; escultura “O Desterrado”; homem fala sobre esta escultura e sobre as dificuldades económicas de Soares dos Reis em Roma. 17m00: Interior de salão de baile de um palacete romântico; sala com piano; homem fala sobre a classe nobre que vivia nestes palacetes e cujos donos eram clientes de Soares dos Reis. 19m22: Interior da igreja de São Cristóvão de Mafamude com a obra encomendada pelo padre da freguesia a Soares dos Reis: O Cristo morto. 20m53: Nossa Senhora da Vitória, em madeira, da autoria do escultor; jornal da época que fala da decapitação da Virgem da Vitória; busto de Domingos Almeida Ribeiro; estátua do Conde Ferreira; homem fala da figura do Conde Ferreira. Casa de Soares dos Reis em Vila Nova de Gaia; outras esculturas: Cristo agonizante, talha em madeira, os modelos para canteiros; interior do atelier de Soares dos Reis em Gaia transforma-se em centro difusor do ensino da escultura; painel de azulejos. 28m30: Exterior do edifício da Companhia Cerâmica das Devezas; Fábrica de Cerâmica do Carvalhinho; centro Artístico Portuense fundado por Soares dos Reis, Marcos de Oliveira e Joaquim de Vasconcelos; Fotografia de Sousa Pinto. 30m38: Capela neogótica do Palacete dos Pestanas com duas imagens em granito: São José e São Joaquim, executadas por Soares dos Reis; Busto: Flor Agreste, peça em mármore; estátua da filha dos Condes de Almedina. 35m38: Estátua Narciso e um baixo-relevo intitulado "morte de Adónis", que lhe permite o ingresso como Professor de escultura na Academia; fotografia sua com a mulher, Amélia Macedo.; fotografia dos filhos (Raquel e Fernando). 42m26: Monumento a Dom Afonso Henriques, bronze, Guimarães; castelo de Guimarães; retratos de Spares dos Reis, um do tempo das suas ilusões, de 1870, quando estudava em Paris, o outro uma cópia de uma fotografia; mão esculpida. Bustos executados pelo escultor: José Correia de Barros, Francisco Pinto Bessa, Viscondessa de Mozer, Hintze Ribeiro, Fontes Pereira de Melo, busto da Inglesa.

Termos e condições de utilização

Os conteúdos disponíveis estão protegidos por direitos de propriedade industrial e direitos de autor. É expressamente proibida a sua exploração, reprodução, distribuição, transformação, exibição pública, comunicação pública e quaisquer outras formas de exploração sem a autorização prévia da RTP. O acesso aos conteúdos tem como único propósito o visionamento privado e educacional sem fins comerciais. Para mais informações, entre em contato com o arquivo da RTP através do seguinte endereço de correio eletrónico: arquivo@rtp.pt .