Quem És Tu, Luís Vaz?

00:55:00

Documentário biográfico sobre Luís Vaz de Camões, com depoimentos de diversos investigadores aludindo aos episódios mais marcantes da vida do poeta, aos locais onde viveu, e analisando a sua obra mais emblemática, o poema épico "Os Lusíadas".

  • Nome do Programa: Quem És Tu, Luis Vaz?
  • Nome da série: O Lugar da História
  • Locais: Lisboa, Chaves, Coimbra, Constância, Goa, Macau
  • Personalidades: Vasco Graça Moura, Aníbal Pinto de Castro, Vitalina Leal de Matos, Justino Mendes de Almeida, Rui Loureiro, Aníbal Almeida, Luis Vaz de Camões
  • Temas: Artes e Cultura, História
  • Canal: RTP 2
  • Tipo de conteúdo: Programa
  • Cor: Cor
  • Som: Mono
  • Relação do aspeto: 16:9 PAL

Resumo Analítico

Elementos da Marinha Portuguesa depositam uma coroa de flores no túmulo de Camões, em cerimónia de homenagem. Vista panorâmica do Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa. Plano do mar visto da proa da caravela; a mesma a navegar no mar. Planos próximos e contrapicados das esculturas constantes do Padrão dos Descobrimentos, em Belém; escultura de Luís de Camões, constante do monumento. 03m59: Rua da baixa lisboeta; placa toponímica da Rua Arco do Rosário; escadaria da Mouraria, ruas e prédios do bairro. Céu; panorâmica de Lisboa com o Tejo ao fundo ao anoitecer; boas imagens do pôr do Sol. Plano próximo de edição antiga dos Lusíadas. Declarações de Aníbal Pinto de Castro, Director da Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra, sobre as falhas históricas no conhecimento da biografia de Camões. Paisagem natural de Trás-os-Montes; fachada de prédios antigos na região de Chaves; rio com ponte; jardim e torre da muralha da cidade. Exterior de capela em Nantes, aldeia dos arredores; casa em ruínas conhecida como a Casa de Camões, pertença do avô do poeta. Boa panorâmica do Rio Mondego com nevoeiro. Vistas da Cidade de Coimbra; vista aérea em movimento da Universidade de Coimbra e várias imagens dos seus exteriores. 08m42: Aníbal Pinto de Castro declara que apesar de não haverem registos comprovativos, presume-se que o poeta tenha frequentado a Universidade. Declarações de Vasco Graça Moura, Investigador Camoniano. Vistas nocturnas de Coimbra; exterior da Sé de Coimbra iluminada. Panorâmica de Constância, no Ribatejo; rio com proa de barco negro; Rua do Arco e plano da placa; andorinhas? nos ninhos; ruas típicas; estátua de bronze de Camões; exterior da Casa dos Arcos. 14m00: Vista da cidade de Ceuta, em Marrocos; população com trajes muçulmanos; mercado de rua, Medina de Tetuão; artesãos a trabalhar; padeiro põe pão no forno;praça militar; muralhas e baluartes; vista do fosso a partir do interior de embarcação em movimento; movimento de rua; placa da "Calle de Camoens" (Rua de Camões); exterior de edifício oficial. Mapa antigo; panorâmica de Lisboa, telhados do casario; painel de azulejos retratando Camões constante do exterior do Palácio de Fronteira. Interior da Igreja da Luz, altar em talha dourada; lápide do corredor da nave central onde está sepultada a Infanta D. Maria, filha de D. Manuel. Interior da Igreja de São Roque; ícone de arte sacra. Estátua de Camões situada no Largo Camões. 20m00: Declarações de Vitalina Leal de Matos, Professora da Faculdade de Letras de Lisboa, sobre a visão idealista e provençal que o poeta tinha do amor. Praça do Rossio; movimento de rua; engraxador; exterior do Convento de São Domingos, no Largo de São Domingos. Declarações de Justino Mendes de Almeida, Reitor da UAL, que comenta o episódio que levou à prisão do poeta, por ferimentos a Gaspar Borges, e à sua permanência de 9 meses no Tronco, antigo estabelecimento prisional da capital. Vista do Pátio do Tronco, a recordar a prisão desaparecida, e do túnel com tecto em azulejos com retratos de Camões. Pintura retratando Camões na prisão; janela com grades. 24m18: Vista em movimento da entrada da barra de Goa, na Índia portuguesa. Estatuária indiana nas ruínas da Ilha de Elefanta, onde está talhada a história dos deuses hindus; aves e macacos povoam este santuário. Celebração religiosa de rua, Festa de Holi, conhecida como o Festival das Cores, celebra a chegada da Primavera. Interior da Casa de Garcia da Horta, em Goa; hervanário hindu manuseia ervas e plantas medicinais. Vista do Arco dos Vice-Reis, que indica a entrada da velha Goa; bairro; movimento no mercado de rua. Pintura de Goa antiga; convento e ruínas de igrejas na parte velha de Goa; lápides. Exterior e interior do Museu Arqueológico da Velha Goa: estátua de Luís de Camões. Dança ritual hindu executada por mulheres. Promontório com cruz ao entardecer. 35m15: Declarações de Rui Loureiro, Historiador, que duvida que Camões tenha estado na China e em Macau devido a imprecisões históricas nos seus escritos. Monjes chineses entoam cânticos; busto de Camões encravado no meio de rochas de gruta em Macau. Vista de mar com barco de pesca. Mercado africano; interior de embarcação de pesca em movimento; fortificação em Moçambique; exterior e fachada de igreja; aldeia africana; rostos de mulheres pintados; mar encapelado. 41m33: Panorâmica da cidade de Lisboa; retrato a preto e branco de Camões empunhando os "Lusíadas"; plano próximo do alvará que autoriza a publicação desta obra literária; retrato do Rei D. Sebastião; livro "Lusíadas" em edição de 1572. Vasco Graça Moura comenta a importância desta obra, que se revela como a consagração da epopeia portuguesa e um prenúncio da decadência do império. Vista de monumento indiano ao pôr do Sol. Pintura que retrata episódios dos "Lusíadas"; fonte pública. 45m43: Declarações de Aníbal Almeida, Autor de "O Rosto de Camões", sobre a beleza e opulência da escrita do poeta. Retratos de Luís de Camões. Vista da Calçada de Sant´Ana, em Lisboa, com placa; exterior e fachada da casa onde morreu o poeta a 10 de Junho de 1580, com lápide. Exteriores do Instituto Câmara Pestana, onde outrora se erguia a ermida de Sant´Ana; placa. 52m39: Populares limpam ruínas de monumento indiano, em Bassaim; lápides; estátua em bronze; ruínas de vários monumentos e igrejas. 55m13: Túmulo de Camões. Fim do programa com ficha técnica e genérico final.

Termos e condições de utilização

Os conteúdos disponíveis estão protegidos por direitos de propriedade industrial e direitos de autor. É expressamente proibida a sua exploração, reprodução, distribuição, transformação, exibição pública, comunicação pública e quaisquer outras formas de exploração sem a autorização prévia da RTP. O acesso aos conteúdos tem como único propósito o visionamento privado e educacional sem fins comerciais. Para mais informações, entre em contato com o arquivo da RTP através do seguinte endereço de correio eletrónico: arquivo@rtp.pt .