A Mulher e o Trabalho: Açores – Parte I

00:42:31

Primeiro de dois programas dedicados à condição feminina no Arquipélago dos Açores no pós 25 de abril de 1974, focando a relação da mulher com o mundo do trabalho e a vida familiar, e o seu papel na sociedade açoriana.

  • Nome do Programa: A Mulher e o Trabalho: Açores - Parte I
  • Nome da série: Nome Mulher
  • Locais: Arquipélago dos Açores
  • Temas: Sociedade, Trabalho
  • Canal: RTP 1
  • Menções de responsabilidade: Autoria: Maria Antónia Palla, Antónia de Sousa Realização: Cinequipa
  • Tipo de conteúdo: Programa
  • Cor: Preto e Branco
  • Som: Mono
  • Relação do aspeto: 4:3

Resumo Analítico

02m20: Planos vários de: hortenses; homem a cavalo e homem montado num burro carregado com bilhas de leite; malmequeres; caminhos murados; casas de pedra; escarpa e mar. 05m14: Entrevistas a mulheres sobre o trabalho e o papel da mulher na sociedade açoriana. Declarações de Serafina Cota, doméstica, referindo a limitação de acesso à cultura, a falta de instrução das mulheres, o trabalho doméstico e a sobrecarga do trabalho no campo. 07m09: A maternidade, a importância do 25 de Abril, o quotidiano familiar, o trabalho doméstico e agrícola, a escolaridade dos filhos, alguns dos temas abordados numa entrevista de rua a uma mulher que caminha na companhia de vários filhos menores. 11m56: Continuação de entrevista a Serafina Cota. Entrevista a Fátima, telefonista, sobre as dificuldades acrescidas para as mulheres que trabalham fora de casa. 14m30: Maria Nilda, barman, referindo-se à sua profissão que é maioritariamente exercida por homens, a diferença salarial entre homens e mulheres, a conciliação da vida laboral com o trabalho doméstico, o nível de custo de vida, o consumo e a alimentação. 19m03: Entrevistas a mulheres sobre as condições de vida nos açores. Teresa e Maria João, domésticas, referem-se às dificuldades económicas e ao encarecimento do custo de vida; Virgínia, professora primária, salienta a falta de preparação da mulher açoriana para participar em aspectos da vida pública, politica e social. 21m56: Entrevista a duas cesteiras, sobre: a vida na ilha do Faial, o trabalho em cestaria, o trabalho doméstico, interesses culturais, comércio de vime e a imigração. Intercalado com planos das duas irmãs a executarem malas de vime. 32m53: continuação de entrevista a Virgínia, sobre a exploração da mulher no trabalho e a dificuldade de as mulheres arranjarem trabalho. 35m48: Entrevista, a um operária da fábrica de Chá Preto Gorrier, sobre as condições de vida laboral e económica das mulheres açorianas; intercalada com planos de mulheres a fazerem separação de chá. 41m39: Vivo do jornalista a entrevistas capataz de uma plantação de chá, em S. Miguel; intercalado com planos de crianças e mulheres a fazerem colheita de folhas de chá.

Termos e condições de utilização

Os conteúdos disponíveis estão protegidos por direitos de propriedade industrial e direitos de autor. É expressamente proibida a sua exploração, reprodução, distribuição, transformação, exibição pública, comunicação pública e quaisquer outras formas de exploração sem a autorização prévia da RTP. O acesso aos conteúdos tem como único propósito o visionamento privado e educacional sem fins comerciais. Para mais informações, entre em contato com o arquivo da RTP através do seguinte endereço de correio eletrónico: arquivo@rtp.pt .